sábado, 2 de junho de 2012

Amor

Eu era aquele tipo de pessoa que desprezava sentimentos. Achava babaquice amar,não entendia os sentimentos dos meus namorando antigos. Ignorava esse lance de amor e todas as idiotices que ele nos faz fazer e pensar.
Um dia uma pessoa disse para mim que eu iria gostar tanto de alguém a ponto de entender e perceber o quão rude eu fui. Esse dia chegou.
Vivo um relacionamento e eu sou muito feliz nele. O pouco com essa pessoa é tudo para  mim;Entretanto,minha felicidade é limitada,quando percebo que por mais que eu tente,nunca serei quem essa pessoa gostaria de ter.
Não sei se é coisa da minha cabeça,mas em meu convívio com ele eu percebo que eu estou no lugar certo,mas ele está no errado. Isso doi muito. É ruim você amar e ao mesmo tempo ter consciência disso.
Pode até parecer pessimismo,mas eu sei que uma hora ou outra eu receberei uma mensagem dele em meu celular dizendo que gostaria de conversar. E por mais que eu não tente pensar nisso,eu tenho absoluta certeza que esse dia vai chegar.
E depois? O que vou fazer?
Recomeçar...
Diferente com o próximo relacionamento. Entendendo os sentimentos que outras pessoas tiveram por mim.E não cair nas garras da ignorância sentimental .Afinal,nunca é tarde para amar outra vez.

E na vivência você aprende que,só entendemos o quando dói um tiro,quando levamos um. Não entender é consequência de não conhecer. E se fiz algo de errado,foi justamento por  não ter aprendido.
Embora eu tenha certeza que nesse relacionamento eu não pequei.

Em contra-partida,se eu estiver errada. Se essa pessoa gosta de mim e realmente querer ficar comigo mesmo com todas as diferenças,eu agradecerei a Deus e regarei essa plantinha para que ela nunca morra.


By- Jésssy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://www.templatesimages.com/images/Craftwork/read-comments.jpg