domingo, 23 de setembro de 2012

A batalha sentimental que se trava dentro de mim é a mesma que está dentro de ti.
Um lado, ama, quer viver isso, acredita que tudo se supera. Quer viver desse amor, ser sustentado por ele e nada no mundo poderá esconder e apagar.
Por outro lado, vem a razão. Que esmaga os sonhos. Traz os receios, os erros  e a possível desobediência..
Entretanto, a briga já persiste há tempos, e ainda não temos o vencedor. A vida não prossegue, tudo para esperando essa batalha sentimental passar. Mas, nunca passa, nunca é decidido e ficamos assim.Um quer o outro, mas ambos têm medo do futuro.
A realidade é a razão e os sonhos a emoção. Mas ainda sim, tenho medo de errar por tentar fazer as coisas certas.
Quem já viveu sabe. É como ter o alimento, estar com fome e não ter o direito de saciar-se. É como estar com sede, e ter um rio de águas limpas, e não poder bebê-la. Por medo do possível veneno.
Espero ansiosamente pelo impossível. Necessito que tudo acabe, que eu vá embora livre.
Não vejo a ferida cicatrizada, pois em cada toque ou olhar, ela se abre.
Quando penso que tudo passou. Quando penso que vou poder se feliz, você simplesmente aparece e me mostra que a minha única felicidade é você.


By- Jéssy Jansen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://www.templatesimages.com/images/Craftwork/read-comments.jpg