sábado, 29 de dezembro de 2012

Logo o vento da manhã arrancou com delicadeza o véu que encobria meus olhos. Não há mais cegueira e o mundo e tudo parece demasiadamente pequeno.
E lá vão os sonhos agarrados com o leve pano. Dançando com a brisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://www.templatesimages.com/images/Craftwork/read-comments.jpg